7.84
Um Dia Muito Especial

Um Dia Muito Especial

Título original
Una Giornata Particolare
Ano
1977
Gênero
Drama
Diretor
Ettore Scola
País
Itália , Canadá
Detalhes
110 minutos / colorido / som

Roma, 1938. Hitler e Mussolini selam o acordo que unirá Itália e Alemanha nos conflitos da Segunda Guerra Mundial. Ao mesmo tempo, Antonietta, uma dona-de-casa frustrada e infeliz, troca confidências e se aproxima de Gabriele, seu vizinho homossexual.

Enviado por melhoresfilmes


Um dia muito especial

Filme excelente!

Enviado por  Aficionado


Um dia muito especial

Tive o privilégio de ver este belo filme! Não se fazem mais filmes como antigamente, prefira os clássicos!

Enviado por  Aficionado


Um dia muito especial

Gostaria, parafraseando Raul Seixas, dizer o oposto do que disse antes, como não sei apagar o comentário anterior, claro que se fazem filmes excelentes como antigamente, até melhores!

Enviado por  Aficionado


Um Dia Muito Especial

O que falar de um clássico, já tão comentado, onde praticamente só há dois atores em cena, mas que atores, MEU DEUS!!! Sophia Loren e Marcello Mastroianni, num verdadeiro duelo de titãs. É fascinante ver como o diretor optou pelo inverso: concentra toda a ação em um único dia, una giornata particolare, um dia muito especial tanto na Grande História quanto na história desses dois personagens afundados em sua profunda solidão. Ao reunir Sophia Loren e Marcello Mastroianni num conjunto habitacional de Roma, Scola estava também, de maneira óbvia, fazendo uma citação do cinema italiano. A maior estrela e o maior astro italianos dos anos 60 até os 80 já haviam trabalhado juntos em diversos filmes marcantes, de grande sucesso. É óbvio que, ao ver Um Dia Muito Especial, qualquer espectador italiano – ou brasileiro, ou australiano, ou egípcio, ou o que for – se lembraria do casal. Eles contracenaram em Casamento à Italiana, de 1964, de De Sica, nos três episódios de Ontem, Hoje, Amanhã, do mesmo ano e do mesmo De Sica, em Os Girassóis da Rússia, de 1970, também de De Sica, em A Mulher do Padre, de 1971, de Dino Risi. A seqüência de Ontem, Hoje, Amanhã em que Sophia faz um strip-tease diante de um entusiasmado Mastroianni é uma das mais antológicas do cinema italiano. E só por isso, por reunir os dois grandes atores, os dois monstros sagrados, neste filme, por estar assim citando obras importantes do cinema italiano, já seria de se aplaudir Um Dia Muito Especial. Sophia e Mastroianni estão, aqui, em papéis bem diferentes dos que foram mais usuais em suas carreiras, e por isso e muito mais se tornaram os mais famoso atores europeus a brilharem no mundo todo.

Enviado por  Williambilly


Um Dia Muito Especial

A idéia básica da trama é brilhante – assim como o roteiro, os movimentos da câmara, a fotografia, os figurinos, a direção de arte, a trilha sonora, e a interpretação magistral dos dois atores, os monstros sagrados Sophia Loren e Marcello Mastroianni.

Enviado por  Viniciuskotklaal