7.10
O Escritor Fantasma

O Escritor Fantasma

Título original
The Ghost Writer
Ano
2010
Gênero
Drama , Suspense , Thriller
Diretor
Roman Polanski
País
Alemanha , França , Inglaterra
Detalhes
128 minutos / colorido / som

Onde assistir?

Stream

  • Claro video
dados fornecidos por JustWatch
 

Um escritor de sucesso concorda em finalizar as memórias de Adam Long, o ex-primeiro-ministro britânico, e seu editor lhe garante que é a maior oportunidade de sua vida. Mas o escritor começa a descobrir evidências sugerindo que seu predecessor sabia de um segredo sombrio de Long e pode ter sido morto para evitar que a verdade viesse à tona.

Enviado por CTaxiDriver


Polanski cada vez melhor.....

Urso de Prata (Melhor Direção) do último Festival de Berlim. Portanto, já demonstra o peso deste filme e da direção de Polanki, que o dirigiu parcialmete da prisão em que se encontrava confinado. O argumento foi extraído por Polanski do romance The Ghost, de Robert Harris, que narra a história de um escritor anônimo (Ewan McGregor), contratado para finalizar as memórias de um ex-chanceler britânico. O Que chama a atenção neste triller: 1- A música, muito original de Alexandre Desplat, suave, caleidoscópica, que transmite continuamente que há alguma coisa no "ar", perdida, solta, mas que não se sabe o que é, realça magnificamente este suspense. 2- A Direção, precisa, desde a cena inicial da chegada da embarcação até a cena final, igualmente bárbara, na qual o personagem sai do foco da cena para o produto do seu trabalho inacabado perder-se definitivamente com ele. Cada cena e paisagem tem o seu lugar no filme 3- Mantém sob total controle o trio principal e consegue ótimas interpretações, inclusive extraindo o de melhor do irregular Ewan McGregor 4- Cria metáforas, várias, com a bela fotografia de Pawel Edelman 5- A duração do filme é precisa, sem excessos desnecessários e sem faltas que comprometam a compreensão da trama 6- Prende a atenção, pois é preciso estar atento aos menores detalhes para obter a compreensão da lógica da situação, juntamente ao mesmo tempo que o protagonista, andamos lado a lado com ele na trama, nem à frente nem atrás, o que se tornaria chato neste tipo de filme Por tudo isto e mais, o filme não chega a ser uma obra-prima, mas se aproxima dela como produto final. O resultado que fica é que é um dos melhores filmes de Polanski, superando vários e vários trabalhos seus anteriores, pela correta composição do conjunto. Um digno discípulo da linhagem hitchcockiana, já está na galeria dos grandes filmes de suspense psicológico.

Enviado por  Ribas2001


Otimo

Excelente roteiro. Boas atuações. Direção competente.

Enviado por  reservoirdog