V de Vingança

Ano
2006
Titulo original
V for Vendetta
Gênero
Ação, Ficção científica, Thriller
Diretor
James McTeigue
País
Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra
Detalhes
132 minutos / colorido / som

Sinopse

A Inglaterra está sob o controle de um regime tirânico, no qual as pessoas são submissas e dominadas pelo Estado. Neste cenário de opressão surge o codinome V. Vestido com uma capa e máscara ele enfrenta o sistema com táticas de guerrilha terrorista e representa a única esperança de liberdade contra o fascismo que impera.

O que você achou deste filme?

Para comentar faça seu login

O que outros comentaram...

Gostei!!

Apesar de ser um pouco estranho, o filme é bom, a história que a princípio é chata fica boa com o desenrolar do filme!!!

Achei o filme muito bom.

nota 9
gostei muito dele... achei ate estranho ele estar num rank tao baixo aqui.

UM OBRA-PRIMA

Quem já não ouviu dizer que os políticos são todos ladrões ou que basta entra na política e vira farinha do mesmo saco. A corrupção foi muito bem expressa neste filme, e este cenário todos nós conhecemos. A genialidade está em que é uma reflexão que os cidadãos dos países democráticos deveriam ter diante da verdade que existe na política, a exemplo do Brasil. Os noticiários alertam sobre corrupção, fraudes, desvios de recursos públicos feitos por aqueles que deveriam nos representar prefeitos, governadores, vereadores, deputados, senadores e ate o presidente da republica. Este filme trata da indiferença de um povo diante da máfia política, e que a união de todos é capaz de conseguir a punição dos corruptos. O personagem central do filme quebra o paradigma de que uma andorinha não faz verão, mas um marimbondo faz um grande estrago. “Não é povo que tem que temer o governo, mas, o governo que tem que ter medo do seu povo” – essa frase genial expressa o resumo do filme. O “V” é um revolucionário que persuadiu o senso crítico do povo para que tenha uma atitude de reação contra o autoritarismo e a impunidade dos poderosos, a exemplo de que deveríamos fazer no Brasil contra as leis abusivas dos nossos congressistas que dá o direto a sua imunidade parlamentar contrariando o Direito Civil, o de aumentar o salário e regalias em benefício próprio, bem como se ausentar abusivamente das sessões de plenário contrariando o Direito Trabalhista, o de apresentar projetos absurdos e banais contrariando os interesses e necessidades de nossa gente. O problema está no judiciário que cega a população, punindo os inocentes, mas, libertando os culpados porque tem poder e riqueza. O Brasil vive uma democracia relativa e não absoluta. Clama-se por justiça divina, por isso fica a esperando do juízo final, o surgimento de um Salvador vindo dos céus, diante de um problema que é todo nosso. Façamos bom uso da inteligência que a cada um foi dada de graça e não seja de uso, de forma egoísta. De quem é a culpa? Pergunta V, e ele responde que é de todo aquele que se vê diante do espelho. Num país democrático um conselho de ética não deve ser idolatrado por um grupo de “amigos parlamentares”, mas por eleitores aleatoriamente escolhidas do povo, bem como não é preciso esperar a próxima eleição para tirar um governo do poder, se isso fosse correto, um patrão deveria esperar aposentar um empregado ladrão ao invés de demiti-lo por justa causa. Quem tem leitura que pense, faço a minha parte. E assistam ao filme. Meu nome é Paulo Callis, e farei a história acontecer neste país.

V de Vingança

nota 10
Surpreendente !

muito bom!

nota 10
agrega muito conhecimento.

Anarquista

nota 10
Incrível! Excelente!
Cora
enviada por Cora publicado em 05/06/2010

Chato pra caramba!

nota 1
Entrar