Bastardos Inglórios

Ano
2009
Titulo original
Inglourious Basterds
Titulo em inglês
Inglorious Bastards
Gênero
Drama, Guerra, Ação
Diretor
Quentin Tarantino
País
Estados Unidos, Alemanha
Detalhes
153 minutos / colorido / som

Sinopse

Durante a Segunda Guerra, na França ocupada pelo exército alemão, a jovem Shosanna Dreyfus (Mélaine Laurent) testemunha a execução da família pelo coronel nazista Hans Landa (Christoph Waltz). Porém, ela consegue escapar e passa a viver sob a identidade de uma proprietária de cinema em Paris, enquanto aguarda o momento certo para se vingar. Ainda na Europa, o tenente Aldo Raine (Brad Pitt) organiza um grupo de soldados judeus para lutar contra os nazistas. Conhecido pelo inimigo como Os Bastardos, o grupo de Aldo recebe uma nova integrante, a atriz alemã e espiã disfarçada Bridget Von Hammersmark (Diane Kruger), que tem a perigosa missão de chegar até os líderes do Terceiro Reich.

O que você achou deste filme?

Para comentar faça seu login

O que outros comentaram...

Obra de arte!

nota 10
confesso que fui ver esse filme com um pé meio atras msm sendo eu muito³ fã do Taranta, mas felizmente eu estava totalmente errado. O filme é lindo do começo ao fim. Fotografia, varias cenas marcantes, Christoph Waltz (futuro ganhador do oscar de melhor ator coadjuvante), e todos os outros atores. Não tem palavras para descrever esse filme.

Um dos melhores

nota 10
O filme é demais! Uma verdadeira miscelânea cultural, de estilos e caricaturas. Os personagens são inebriantes! Até Brad Pitt que, como diria uma amiga: "é muito plástico", está à altura da fábula tarantinesca. A história é fantástica, em todos os sentidos que cabem à palavra. E, embora seja apenas um filme, é impossível não regozijar-se com a versão "bastarda" da queda do Terceiro Reich. Pode parecer exagero, mas eu saí do cinema pensando: "Bem feito, Adolf!". Enfim, todas as congratulações para Tarantino!
Cora
enviada por Cora publicado em 27/10/2009

Puta Cara....

nota 10
Um filme que com cada capítulo nos traz um sentimento de prazer cinematográfico, personagens diversificados e ricos, roteiro impecável e apresenta os desejos mais insanos do ser humano. Esplendida a atuação de Christoph Waltz (Hans Landa) e Pitt (como Aldo Raine). E Quentin que em sua estreia com um filme de guerra foi um Mestre. Digno de aplausos, risos e satisfação.

Weberton
WSM
enviada por WSM publicado em 28/10/2009

Foda

nota 10
Muito foda. Aula de cinema!

Que direção!

nota 9
É certo que o sotaque de Brad Pitt é forçado e a história é batida, visto que há milhões de filmes que tratam do mesmo tema; mas, o que Tarantino faz é espetacular: deixa as cenas de diálogo extremamente reais; além disso, há muitas cenas sanguinolentas... e hilariantes - principalmente aquela em que B. Pitt, junto com seu amiguinho, passa-se por italiano... Enfim, Kathryn Bigelow vencer o Oscar de Melhor Diretor(a) é uma piada.
ThGr
enviada por ThGr publicado em 15/06/2010
Entrar