René Clair Melhores filmes por diretor

René Clair
René Clair (Paris, 11 de novembro de 1898 - Paris, 15 de março de 1981) foi um ator e diretor de cinema francês.
René Clair (seu nome original era René Lucien Chomette) nasceu dia 11 de novembro de 1898 em Paris e morreu dia 15 de março de 1981 em Neuilly-sur-Seine. Foi um grande cineasta e escritor francês. Trabalhou na Primeira Guerra Mundial como escritor de contos e crônicas para os combatentes e estreou no cinema em 1924 com o filme Paris qui dort. Ele dizia que tinha entrado para o cinema por acaso e acabou realizando uma carreira de diretor que durou 42 anos e que lhe rendeu muitos prêmios e homenagens.
Considerado um mestre do cinema, um dos precursores do filme de autoria, o maior criador cômico depois de Charles Chaplin, René Clair figura entre os maiores cineastas do cinema francês.
Em 1924, lança também Entr'acte, filme de inspiração dadaísta que escandaliza a sociedade francesa da época e leva René Clair à notoriedade. É, porém, com seu primeiro filme falado (Sous les Toits de Paris - 1930) que se projeta internacionalmente. O sucesso se confirma com Le Million (1930) e À nous la Liberté (1931), sátiras da sociedade industrial.
Em 1936 é lançado Tempos Modernos de Charles Chaplin. A empresa alemã Tobis, que produziu A nous la Liberté, decide acusar Chaplin de plágiar este filme. Clair se opõe a esta ação por admirar Chaplin e considera Tempos Modernos uma homenagem indireta a seu filme.
Depois de Dernier milliardaire (1943), René Clair aceita trabalhar em Londres. Lá ele produz dois filmes, Fantôme à vendre em 1935, que fez sucesso e Fausses nouvelles (1937), refilmagem inglesa de La mort em fuite, que decepciona um pouco.
De volta à França em 1938, ele começa a filmar Air pur. A gravação é interrompida devido à guerra e o filme nunca foi acabado. Em 1940, René Clair deixa a França com a mulher e o filho e se muda para Espanha, depois Portugal e, por fim, Nova Iorque. O governo de Vichy retira sua nacionalidade francesa por ele preferir trabalhar em Hollywood. Depois de um tempo porém, o governo anula essa decisão. René é bem acolhido em Hollywood. Lá ele produz quatro filmes: : La Belle ensorceleuse (1940- com Marlene Dietrich), Ma Femme est une sorcière (1942), C'est arrivé demain (1943) e Dix Petits Indiens (1945). Este último é uma adaptação de O caso dos dez negrinhos de Agatha Christie. No entanto, seu estilo caracterizado pelo humor terno e pela sátira é deixado de lado, diante das novas exigências comerciais.
Fonte
Total 25 • Ordenar Ranking | Ano
N/A
Pontos 5.83
N/A
Pontos 6.60
N/A
Pontos 6.54
N/A
Pontos 6.63
N/A
Pontos 7.61
N/A
Pontos 6.82
N/A
Pontos 7.84
N/A
Pontos 7.23
N/A
Pontos 7.34
N/A
Pontos 6.53
N/A
Pontos 6.82
N/A
Pontos 5.65
N/A
Pontos 6.62
N/A
Pontos 9.29
N/A
Diretor(es) René Clair
Pontos 8.88
N/A
Pontos 8.84
N/A
Pontos 6.75
N/A
Pontos 5.74
Entrar