René Clair Melhores filmes por diretor

René Clair
René Clair (Paris, 11 de novembro de 1898 - Paris, 15 de março de 1981) foi um ator e diretor de cinema francês.
René Clair (seu nome original era René Lucien Chomette) nasceu dia 11 de novembro de 1898 em Paris e morreu dia 15 de março de 1981 em Neuilly-sur-Seine. Foi um grande cineasta e escritor francês. Trabalhou na Primeira Guerra Mundial como escritor de contos e crônicas para os combatentes e estreou no cinema em 1924 com o filme Paris qui dort. Ele dizia que tinha entrado para o cinema por acaso e acabou realizando uma carreira de diretor que durou 42 anos e que lhe rendeu muitos prêmios e homenagens.
Considerado um mestre do cinema, um dos precursores do filme de autoria, o maior criador cômico depois de Charles Chaplin, René Clair figura entre os maiores cineastas do cinema francês.
Em 1924, lança também Entr'acte, filme de inspiração dadaísta que escandaliza a sociedade francesa da época e leva René Clair à notoriedade. É, porém, com seu primeiro filme falado (Sous les Toits de Paris - 1930) que se projeta internacionalmente. O sucesso se confirma com Le Million (1930) e À nous la Liberté (1931), sátiras da sociedade industrial.
Em 1936 é lançado Tempos Modernos de Charles Chaplin. A empresa alemã Tobis, que produziu A nous la Liberté, decide acusar Chaplin de plágiar este filme. Clair se opõe a esta ação por admirar Chaplin e considera Tempos Modernos uma homenagem indireta a seu filme.
Depois de Dernier milliardaire (1943), René Clair aceita trabalhar em Londres. Lá ele produz dois filmes, Fantôme à vendre em 1935, que fez sucesso e Fausses nouvelles (1937), refilmagem inglesa de La mort em fuite, que decepciona um pouco.
De volta à França em 1938, ele começa a filmar Air pur. A gravação é interrompida devido à guerra e o filme nunca foi acabado. Em 1940, René Clair deixa a França com a mulher e o filho e se muda para Espanha, depois Portugal e, por fim, Nova Iorque. O governo de Vichy retira sua nacionalidade francesa por ele preferir trabalhar em Hollywood. Depois de um tempo porém, o governo anula essa decisão. René é bem acolhido em Hollywood. Lá ele produz quatro filmes: : La Belle ensorceleuse (1940- com Marlene Dietrich), Ma Femme est une sorcière (1942), C'est arrivé demain (1943) e Dix Petits Indiens (1945). Este último é uma adaptação de O caso dos dez negrinhos de Agatha Christie. No entanto, seu estilo caracterizado pelo humor terno e pela sátira é deixado de lado, diante das novas exigências comerciais.
Fonte
Total 25 • Ordenar Ranking | Ano
Pontos 9.29
Diretor(es) René Clair
Pontos 8.88
Pontos 8.84
Pontos 8.14
Pontos 7.91
Diretor(es) René Clair
Pontos 7.78
Pontos 7.64
Pontos 7.61
Pontos 7.53
10º
Pontos 7.52
11º
Pontos 7.45
12º
Pontos 6.93
13º
Pontos 6.82
14º
Pontos 6.63
15º
Pontos 6.60
16º
Pontos 6.54
17º
Pontos 6.53
18º
Pontos 5.85
20º
Pontos 5.83
Entrar