Debbie Reynolds Melhores filmes por ator

Debbie Reynolds
Mary Frances "Debbie" Reynolds (El Paso, 1 de abril de 1932 - Los Angeles, 28 de dezembro de 2016) foi uma atriz, cantora, empresária, historiadora de cinema e humanitarista estadunidense. Ela foi nomeada ao Globo de Ouro por sua interpretação de Helen Kane na película de 1950 Three Little Words. Seu primeiro papel principal foi como Kathy Selden em Singin' in the Rain (1952). Outros sucessos incluem The Affairs of Dobie Gillis (1953), Susan Slept Here (1954), Bundle of Joy (nominada ao Globo de Ouro de 1956), The Catered Affair (papel pelo qual foi considerada a melhor atriz pelo National Board of Review em 1956) e Tammy and the Bachelor (1957), cujo desempenho na canção "Tammy" alcançou sucesso na Billboard. Em 1959, ela lançou seu primeiro álbum de música pop, intitulado Debbie.
Ela estrelou em How the West Was Won (1963) e The Unsinkable Molly Brown (1964), um filme biográfico sobre a famosa Molly Brown. Sua performance como Brown lhe valeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz. Seus outros filmes incluem The Singing Nun (1966), Divorce American Style (1967), What's the Matter with Helen? (1971), Mother (nomeado ao Globo de Ouro de 1996) e In & Out (1997). Reynolds também foi um artista de cabaré. Em 1979, ela fundou o Debbie Reynolds Dance Studio em North Hollywood, que ainda opera até hoje.
Em 1969 ela estrelou na televisão no Debbie Reynolds Show, pelo qual recebeu uma indicação ao Globo de Ouro. Em 1973, Reynolds estreou na Broadway em um remake do musical Irene e foi indicada ao Tony Award de melhor atriz em musical. Ela também foi indicada para um Daytime Emmy Award por seu desempenho em A Gift of Love (1999) e um Emmy Award por interpretar a mãe de Grace Adler em Will & Grace. Na virada do milênio, Reynolds chegou a uma nova geração mais jovem com seu papel como Aggie Cromwell na série de Halloween chamada Halloweentown. Em 1988, ela lançou sua autobiografia intitulada, Debbie: My Life. Em 2013, ela lançou uma versão atualizada intitulada Unsinkable: A Memoir.
Reynolds também tinha vários empreendimentos, incluindo um estúdio de dança e um hotel e casino em Las Vegas, além de ser uma ávida colecionadora de memorabilia de filmes, começando com itens comprados no leilão de 1970 da MGM. Ela serviu como presidente do Thalians, uma organização dedicada a causas de saúde mental. Reynolds continuou a executar com sucesso em palco, televisão e cinema em seus oitenta anos. Em janeiro de 2015, Reynolds recebeu o Screen Actors Guild Life Achievement Award. Em 2016 recebeu o Prêmio Humanitário Jean Hersholt da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. No mesmo ano, um documentário sobre sua vida foi lançado intitulado Bright Lights: Starring Carrie Fisher e Debbie Reynolds, que foi transmitido pela HBO em 7 de janeiro de 2017. Em 28 de dezembro de 2016, Reynolds morreu em Los Angeles.
Fonte
Visualizar Todos | Acima da média | Abaixo da média | Total 43 • Ordenar Ranking | Ano
Pontos 9.45
Pontos 6.65
Pontos 6.45
Pontos 6.42
Pontos 6.38
Pontos 6.29
Pontos 6.17
10º
Pontos 6.03
11º
Pontos 6.01
12º
Pontos 5.85
13º
Pontos 5.78
14º
Pontos 5.76
15º
Pontos 5.75
16º
Pontos 5.67
17º
Pontos 5.66
18º
Pontos 5.65
19º
Pontos 5.65
20º
Pontos 5.62
Entrar